14 de outubro, 2015 0 Comentários

Sem arrependimento não tem jeito!

Afastar-se do pecado é um passo de verdadeiro arrependimento. Sem este passo, não há verdadeiro arrependimento. Por anos, venho pedindo a Deus diariamente que sonde meu coração e me mostre meus pecados. E acho relativamente fácil admitir que as atitudes e ações que não refletem a Cristo são pecado e que devo pedir perdão. E verdadeiramente sinto tristeza de ter dito, feito ou pensado certas coisas, mas não me arrependo verdadeiramente enquanto não me afasto delas. Provérbios 28:13 diz: “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia” (o grifo é meu).

O marido que dorme com outra mulher toda noite e depois pede para ser perdoado no dia seguinte não compreende o que Deus requer. As únicas palavras que Deus tem para ele são: “Arrependa-se – e prove seu arrependimento por uma mudança de ação!”

O verdadeiro arrependimento é “[produzir] fruto digno do arrependimento” (Mt 3:8). Não é apenas dar as costas a algo, mas é também voltar-se para alguma coisa.

A palavra arrepender em grego significa literalmente mudar de ideia e voltar-se do pecado paraDeus. Conforme Jesus disse à mulher apanhada em adultério: “Vai, e não peques mais” (Jo 8:11), isso significa uma reviravolta drástica no modo de pensar e no modo de viver.

Esta mudança drástica esperada na ação aplica-se tanto ao cristão quanto ao não-cristão quando se arrependem – o cristão restabelecendo um estilo de vida agradável a Deus e o não-cristão embarcando nele. Segunda aos Coríntios 7:8-10 mostra-nos o cristão voltando-se de novo para Deus, e Atos 16:20 mostra o descrente voltando-se para Deus.

Há um contraste notável no comportamento quando ocorre o verdadeiro arrependimento. Um estilo de vida exatamente oposto ao antigo estilo de pecado emerge. O contraste é descrito claramente em Romanos 6:12-13: “Não reine, portanto o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões, nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado como instrumentos de iniquidade; mas oferecei-vos a Deus como ressurretos dentre os mortos, e os vossos membros a Deus como instrumentos de justiça”. O arrependimento requer ação. Não fique apenas a arrepender-se e arrepender-se. Levante-se de seus joelhos e faça algo a respeito!  (Escrito por Evelyn Christenson)

Deixe seu comentário:


Você pode gostar também

Série Rebelião e Redenção – #12 A igreja militante

18 de março, 2016

LIÇÃO 12 “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e ele, comigo”(Ap 3:20) Objetivos: Conhecer: O fato de que, embora as mensagens às sete igrejas se apliquem às respectivas igrejas aos diferentes períodos da história do cristianismo, se aplicam também aos […]

Série Rebelião e Redenção – #08 Companheiros de armas

22 de fevereiro, 2016

LIÇÃO 8 “Disseram um ao outro, porventura não nos ardia o coração quando Ele no caminho nos falava, quando nos expunha as escrituras? (Luc. 24:32). Objetivos: Conhecer: As diferentes reações das pessoas, inclusive dos discípulos, diante da revelação da verdadeira identidade de Jesus. Sentir: Gratidão pelo fato de que, apesar das fraquezas humanas, Jesus ainda […]

Série Rebelião e Redenção – #01 Crise no Céu

02 de janeiro, 2016

LIÇÃO 1 – Crise no Céu “Ao nosso Deus, que Se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação” (Ap 7:10). Objetivos: Conhecer: O grande conflito como uma luta universal entre o bem e o mal. Sentir: A guerra contra o pecado em sua própria vida e no mundo que o cerca. Fazer: Aceitar […]

Pesquisar

Lições da Biblia

Lição da Biblia - Sexta 21/07/2017

Lição da Biblia - Quinta 20/07/2017

Lição da Biblia - Quarta 19/07/2017

Lição da Biblia - Terça 18/07/2017

Lição da Biblia - Segunda 17/07/2017

Lição da Biblia - Domingo 16/07/2017

Lição da Biblia - Sábado 15/07/2017

Facebook