Vida e Saúde

Música + volante = perigo constante?

Os adeptos do cooper sabem bem que não há nada como uma música agitada explodindo nos ouvidos para aumentar o pique da corrida. Não dá para ouvir canções calminhas ou você vai é querer voltar para a cama.

Agora, essa mesma lógica, quando aplicada a um motorista, pode ser perigosa. É isso que mostra uma pesquisa realizada pela empresa fabricante de peças de automóveis Halfords, que entrevistou condutores para saber se o comportamento deles é afetado pela música que ouvem enquanto estão atrás do volante. 60% dos participantes responderam que sim.

A análise continuou para saber quais faixas afetavam esse comportamento e o resultado foi o seguinte: Beastie Boys e The Prodigy são um perigo! No topo das faixas que mais dão vontade de acelerar além da conta e causar no trânsito estão “Sabotage” e “Firestarter”.

Se você é uma daquelas pessoas que amam dirigir ouvindo um som, mas não quer estar propenso a causar um acidente, foi feita também uma lista de músicas tranquilas, encabeçada por “As Quatro Estações”, de Vivaldi. Veja abaixo os dois top 5:

As mais perigosas
1 – Beastie Boys – “Sabotage”
2 – The Prodigy – “Firestarter”
3 – Papa Roach – “To Be Loved”
4 – Kanye West – “Stronger”
5 – Rachmaninoff – “Prelude In C Sharp Minor”

As mais calmas
1 – Vivaldi – “As Quatro Estações”
2 – Jack Johnson – “Breakdown”
3 – Adele – “Someone Like You”
4 – Coldplay – “Yellow”
5 – Fleetwood Mac – “Landslide”

Nota: Agora aplique esse conceito ao culto a Deus e entenda por que músicas agitadas, fortemente percussivas e muito ritmadas não combinam com a adoração.[MB]

Fonte: Rolling Stones e Criacionismo.

You may also like